Evangelização

O que é a Evangelização

Evangelização Espírita Infanto-juvenil é toda a atividade voltada ao estudo da Doutrina Espírita e à vivência do Evangelho de Jesus junto à criança e ao jovem.

Através da evangelização é possível educar para a vida, aliando o Evangelho ao conhecimento espírita, dando assim bases sólidas para que a criança e o jovem enfrentem as dificuldades que poderão surgir no decorrer da sua encarnação. Nós acreditamos que é imprescindível e inadiável levar o Evangelho de Jesus e a Doutrina Espírita às crianças e aos jovens, auxiliando na construção da Terra Regenerada, conforme corroborado pelas palavras de Divaldo Pereira Franco: “(...) quem instrui prepara para a vida, quem educa dá a vida, quem evangeliza fomenta a vida”, no livro Palavras de Luz, p. 11, ed. LEAL.

Nosso objetivo é incentivar a tarefa as famílias e em outros Centros Espíritas, a fim de que possamos caminhar juntos, estimulando uns aos outros na especial tarefa de evangelizar, como dedicados servidores de Jesus na implantação do Seu reino de amor nos corações infanto-juvenis. 

Nossa História

Iniciamos a tarefa da Evangelização, há mais de vinte anos atrás quando o Centro era localizado na Rua Capuraque, Bairro Floresta. Cátia Maria de Aguiar foi quem teve a brilhante iniciativa de implantar a Evangelização. O Centro era pequeno, não tínhamos muito espaço físico, mas todos eram acolhidos. E assim, Cátia permaneceu por uns cinco anos, durante este tempo, o trabalho em todas as áreas foram crescendo e aumentando de forma muito significativa, os tarefeiros começaram a aproximar desta tarefa tão encantadora. Construímos a nossa SEDE, a nossa casa, e por volta de o ano 2000, Stela Maria assumiu a Coordenação da Evangelização, apaixonada pelo trabalho, foi cativando e trazendo novos tarefeiros. Ela permaneceu na coordenação por 13 anos, deixando exemplos e seguidores. Muitas das crianças que foram evangelizadas neste período estão hoje atuando e trabalhando na nossa Casa. Em 2013, Flavia Foschetti assume a Coordenação da Evangelização Infantil Irmã Clara.

Evangelização espírita é 

educar uma criança e um jovem à

luz do Espiritismo e semear

luz pelos caminhos do futuro…

- Vianna de Carvalho

Querida Irmã Clara

Nasceu Clara, nossa inspiradora, em torno de 1193, em Assis. Filha de Ortolana di Fiumi e Faverone Offreduccio. Recebera da mãe uma sólida religiosidade e do pai a força de caráter. Tinha mais três irmãs e um irmão. Francisco a conhecia de vista, pois em Assis todos se conheciam. Admirava nela os longos cabelos dourados e seus olhos decididos. Quando queria uma coisa, era porque queria.
Aos 18 anos, Clara ouviu Francisco pregar os sermões da Quaresma na igreja de São Jorge, em Assis. As palavras dele inflamaram tanto seu coração, que ela o procurou em segredo, pois também desejava viver “segundo a maneira do santo Evangelho”.
Francisco lhe falou sobre o desprezo do mundo e o amor de Deus e fortaleceu-lhe o desejo nascente de abandonar tudo por amor a Cristo. Encerrou a conversa dizendo: “Quero contar-te um segredo, Clara: desposei a Senhora Pobreza e quero ser-lhe fiel para sempre”. Clara respondeu que “queria viver na mesma vida, a mesma oração e, sobretudo, na mesma pobreza”.

 

Acompanhada de Bona di Guelfuccio, amiga íntima, passou a frequentar a capela da Porciúncula para escutar Francisco. Estava decidida a viver o Evangelho ao pé da letra. Mas, como sair de casa? Francisco e os irmãos ensinaram-lhe o modo.

O dia 18/19 de março de 1212 era Domingo de Ramos. Rica e belamente vestida, Clara participou da missa da manhã. Não havia meio de sair despercebida do castelo de seus pais, mas encontrou a única saída possível pela porta de trás do palacete: a saída dos mortos. Toda casa medieval tinha esta saída, por onde passava o caixão dos defuntos.À noite, quando todos dormiam, a nobre jovem Clara de Favarone fugiu de casa por esse buraco, percorrendo uma milha fora da cidade, até chegar à Porciúncula, onde foi recebida com muita festa pelos irmãos franciscanos, que tinham ido ao seu encontro com tochas acesas e a acompanharam até à porta da igreja.Ali, Clara se desfez das vestes elegantes. Francisco de Assis, com uma grande tesoura, lhe cortou os cabelos com grande pesar por cortar tão maravilhosa cabeleira. Em seguida, deu-lhe o hábito da penitência que era uma túnica de aniagem amarrada em volta por uma corda e um par de tamancos de madeira. Clara se consagrou pelos três votos: pobreza, obediência e castidade.Os familiares, enfurecidos, foram procura-la. Entrando na capela, viram Clara agarrada ao pé do altar. Puxaram-na com tanta força que arrancaram o véu, percebendo então a cabeça raspada. Concluíram que nada mais podiam fazer. Não conseguiriam-lhe mudar a ideia.Como Francisco não tinha convento para freiras, irmã Clara ficou alguns dias no mosteiro de São Paulo e algumas semanas no mosteiro Beneditino de Panzo.Por fim, recolheu-se a São Damião, numa casa pobre contígua à capela, onde ficou até sua morte em 1253. Seguiu-a na vocação a sua irmã consanguínea mais nova, Inês, 16 dias depois, e mais tarde sua irmã Beatriz e a mãe Ortolanda.A obra tornou-se conhecida, diversas mulheres e jovens vieram fazer-lhe companhia. Ficaram conhecidas como Senhoras Pobres, ou Irmãs Clarissas. Em pouco tempo, havia mosteiros em diversas localidades da Itália, França, Alemanha. Inês, filha do rei da Boêmia, também fundou um convento em Praga, e ela mesma tomou o hábito.

Programação

Nossa programação é realizada anualmente, cada Evangelizador fica encarregado de montar suas aulas de acordo com a idade espiritual de sua turma, respeitando a maturidade de cada um. Por este motivo não separamos as turmas por idade cronológica.

Todos os Cronogramas são enviados para a Coordenação Geral, Coordenação Doutrinária e Coordenação de estudos.
Como referências, nos orientamos pelas obras de Kardec, O DIJ Departamento da Infância e Juventude da FEB, e, sobretudo os exemplos de Jesus, nosso Mestre, Modelo e Guia a seguir.

A Música na Evangelização

Obs: a aula de flauta está temporariamente suspensa

A música exerce um papel muito importante na evangelização de almas.

​O ritmo está presente na criança a partir do seu próprio organismo: o compasso das batidas do coração, o ritmo compassado do andar, o balançar dos braços, a sequência interminável do dia e da noite, os horários das refeições, do descanso, tudo a sua volta fala que o universo está envolvido em ritmo harmonioso.
A criança pequena não aprende por conceitos abstratos que falam ao cérebro, mas está mais aberta ao ritmo e ao sentimento que a música transmite. O ritmo e a harmonia da música auxiliam sua harmonização interior. Assim, letras simples e objetivas, em ritmo harmonioso, alcançarão o coração infantil de forma adequada.

​A música é vibração e pode excitar, ou estimular o Espírito, provocando sensações de nível superior, permitindo vibrarmos em sintonia com esse algo superior, despertando a essência Divina que dorme em cada um de nós. Podemos sentir vibrações que, por outros meios não sentiríamos, emoções novas que brotam na alma, levando o Espírito a querer evoluir.

​Desde o ano passado iniciamos Aulas de Flautas Gratuitas na nossa Evangelização, a iniciativa foi do Professor Marlon Costa e desde que iniciou este trabalho a turminha só vai crescendo e emocionando a todos principalmente quando realizam apresentações.

​Para participar das aulas de flauta, é necessário que a criança esteja sendo alfabetizada e que frequente as aulas de Evangelização.
 

Aula de flauta

Professor Marlon Costa

Para crianças da Evangelização Infantil Irmã Clara

 A partir de 6 anos de idade

(alfabetizada)

Segundas e quartas-feiras

O Passe

O passe, também denominado fluidoterapia, caracteriza-se por uma transmissão de fluidos do médium passista que assistido pela Espiritualidade Superior, transmite fluidos de reequilíbrio para o atendido que, os recebe em clima de prece. O passe tem por objetivo o reconforto físico, psíquico, perispiritual e espiritual.

A equipe de passe é formada por 10 passistas para atender as crianças da Evangelização, desta forma o trabalho ficou mais direcionado e organizado.

As crianças recebem o passe no mesmo dia e no mesmo andar onde acontecem as aulas, ou seja, nas segundas e quartas-feiras.

Horário

Segunda-feira de 19:30 às 20:00

Quarta-feira de 20:50 às 21:10

Links Especiais

FEB - Federação Espírita Brasileira

UEM - União Espírita Brasileira

AME - Aliança Municipal Espírita BH

Entre em contato

grupoespiritamfr@gmail.com

dijgemfr@gmail.com

(31) 3461-7898

Rua Itajubá, 2040 - Bairro Sagrada Família

Belo Horizonte (MG) - CEP 31030-430